Pode ser vegetariano e ir para um churrasco?

Com 6 anos de idade eu, muito revoltada, decidi que não iria comer carne. Não foi de uma vez: fui parando aos poucos e cada dia eu riscava uma da lista. Aqui em casa foi uma bomba: meu pai sempre teve sítio e sempre tinha um estoque de carne em casa e lá no sítio. Meu avô (pai da minha mãe) era açougueiro.


Mas no fim


me encontrei feliz sendo ovolactovegetariana. Nunca senti falta de comer carne e hoje posso dizer que sinceramente nem sei que gosto ela tem e também nunca liguei de virar piada por ser vegetariana.



Na verdade quando eu fiz minha transição acho que se chegasse ao ponto de não comer nem ovos e nem leite eu teria sérios problemas de saúde. Moro no interior e aqui, lá no começo dos anos 90, nem existiam opções como PTS ou mesmo o tofu ou seitan.



Nesses 32 anos já tentei ser vegana, já fui vegetariana estrita, voltei pro lacto-ovo e assim eu vou seguindo.


O que eu quero falar é que sempre vem gente falando que gostaria de ser vegetariano mas que acaba comendo carne de vez em quando, que não resiste a um churrasco, que come peixe de final de semana e mais um monte de recaídas.

Algumas dessas pessoas falam como se fosse indigno de ser vegetariano e comer carne de vez em quando. Hoje eu vou dar a minha opinião: tá tudo bem!


TÁ TUDO BEM!

A gente pensa que sempre tem que ser perfeito, que tudo tem que parecer uma orquestra afinada, mas na realidade a vida é só bem diferente disso. E se você ainda é o único ser que segue o vegetarianismo na sua casa/círculo social tem que entender que uma ou outra recaída p


ode acontecer, que haverá pessoas do seu núcleo - até próximas a você - que não entenderão sua opção alimentar.


Então, não se culpe por ter essas recaídas - tenha consciência do por que, quando e quanto delas ocorrerem e no momento seguinte volta para a programação normal.


Abraço

Nutri Fer Scaravelli

CRN-3 66249/P


0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo