Probióticos são bons para que?


Como os probióticos podem te ajudar

Eles são muito estudados nos dias de hoje por já se ter uma boa ideia de que eles estão relacionados com melhoras no corpo inteiro: desde a ansiedade e depressão até a diminuição do risco de doença cardiovascular e da dislipidemia (colesterol alto). Também se relaciona com redução do peso em casos de obesidade.


E a falta dessas bactérias abre a possibilidade do nosso corpo entrar em disbiose intestinal - que é o crescimento de bactérias nocivas e fungos não desejáveis no nosso intestino - o que prejudica a absorção dos nutrientes e libera toxinas que aos poucos vão sendo responsáveis por inflamações no corpo e pelo aparecimento de doenças.


Mas quem são os probióticos?

São cepas ESPECÍFICAS de bactérias. Nem toda bactéria vai fazer esse bem todo.

Os principais estudados são os lactobacillus sp. e os bifidobacterium sp.


Onde eu acho?

Elas são encontradas em alimentos fermentados: o mais popular é o iogurte e nas versões vegetais temos os vegetais fermentados e também o kefir, rejuvelac, etc.


Quando pode dar ruim?

Quando a gente acha que sabe as bactérias que estamos comendo. Existe um controle que ainda não chegou a um consenso sobre as bactérias presentes nos fermentados vegetais. Por exemplo, as bactérias do kefir. Nele a depender do tipo de matriz que você pegou, da higiene que teve ao manusear, do material que você usa para acondicionar e do local há a chance de uma variedade bem maior de microorganismos que podem ser diferentes. Isso pode ser bom como pode ser muito prejudicial.


Todo mundo pode fazer uso de probióticos?

Infelizmente, não.

Eles são maravilhosos, mas quem tem problema de baixa imunidade pode, com o uso deles, piorar o caso e/ou até desenvolver alguma doença, afinal são bactérias e dependendo do caso, seu crescimento pode se descontrolar e causar uma doença. Mas para esses casos existem formas de consumo que não causam essa preocupação toda.


Mas, atenção!!!!

Esse é um tipo de alimento/suplemento que deve ser bem avaliado no seu plano alimentar. Ele deve entrar em um contexto que faça sentido e ter uma alimentação limpa (na qual a maior parte são produtos naturais) é de extrema importância para a inclusão dos probióticos.


Sozinho ele não resolve nada.


Esse é dos assuntos que rende muito mais coisa, sabia??

Quem quiser que eu fale mais dele só comentar aqui embaixo que eu trago mais coisas das "bactérias do bem"!


Abraço,

Nutri Fer Scaravelli

CRN-3 66249/P

7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo